Temos tudo para os Pequeninos…

APRENDER PODE SER DIVERTIDO!

A Escolinha da Travessa do Capitao Lebre, é um estabelecimento da Associação Os Salineiros – Associação Aveirense para a Educação Ativa.

A Associação Os Salineiros é uma Instituição Particular de Solidariedade Social com sede na Travessa do Capitão Lebrre, n.º 1, em Verdemilho, Aveiro.

Nasceu da vontade de criar em Verdemilho um espaço diferente, novo, seguro e acolhedor para as crianças crescerem de forma saudável e alegre, junto da natureza. É objectivo principal desta instituição a promoção do desenvolvimento global da criança, reconhecendo as suas experiências e aptidões individuais procurando o máximo rendimento do seu potencial na descoberta de si e do outro. Integrando uma equipa de profissionais de educação bastante motivados, a escolinha apresenta um projecto repleto de actividades, metodologias e materiais orientados para a estimulação e desenvolvimento de cada grupo etário.

Ficha Técnica

A ESCOLINHA

Escolinha da Travessa do Capitão Lebre,
Associação Os Salineiros – Associação Aveirense para a Educação Ativa.
Instituição Particular de Solidariedade Social.

INFORMAÇÕES TÉCNICAS

Regime jurídico: Particular
Área abrangida: Aveiro e Ílhavo
Valências: Creche e Jardim-de-infância

MORADA

Travessa do Capitão Lebre nº1
3810 – 384 Verdemilho, Aveiro
Telemóvel: 914483737

ORGÃOS DIRECTIVOS

Anabela Castelo Branco Rainho
Manuel de Jesus Ribeiro Jorge
Jorge Manuel Horácio Micaelo Granjeia
Manuel Jorge Castelo Branco Resina

A Nossa Equipa!

ANABELA CASTELO BRANCO
ANABELA CASTELO BRANCODirectora
DORA JORGE
DORA JORGEDirectora Pedagógica
0
Crianças
0
Professores
0
Actividades
0
Pais Satisfeitos

Os Nossos Pais!

DIREITOS DOS PAIS/ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO

Constituem direitos dos pais/encarregados de educação das crianças os seguinte:

Ser informado sobre o desenvolvimento do seu educando, mediante contacto pessoal a efectuar para o efeito com a Educadora e/ou Directora Pedagógica e de acordo com o calendário estabelecido, considerando que as horas de atendimento carecem de marcação previa;

Ser informado sobre as normas e regulamentos que lhe digam respeito relativamente à valência frequentada pelo seu educando;

Colaborar, quando solicitado, com o pessoal técnico no estabelecimento de estratégias que visem a melhoria do desenvolvimento do seu educando;

Autorizar ou recusar a participação do seu educando em actividades a desenvolver pela instituição fora das suas instalações;

Contactar a instituição sempre que o desejar;

Os pais têm direito a reclamar, verbalmente ou por escrito, havendo na instituição Livro de Reclamações;

Participar nas festividades previstas e organizadas durante o ano.

DEVERES DOS PAIS/ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO

Constituem deveres dos pais/encarregados de educação das crianças os seguinte:

Cumprir as normas da Instituição de acordo com este regulamento;

Providenciar pelo contacto regular com o pessoal técnico, dentro do horário previamente estabelecido, para receber e prestar informações sobre o seu educando;

Informar o pessoal técnico e a Instituição, solicitando reserva de divulgação se assim o entender, de todas as informações sobre as condições de saúde e características de comportamento do seu educando que possam envolver riscos para o mesmo ou para os outros;

Colaborar com o pessoal técnico na resolução de problemas referentes ao seu educando, apoiando-o no sentido da melhor integração e adaptação da criança à Instituição;

Proceder ao pagamento do valor da mensalidade fixada para a frequência da instituição, que salvo disposição em contrário que aumente o período, será feito até ao dia 8 de cada mês ou dia útil seguinte se coincidir com dia em que a instituição esteja encerrada;

Cumprir o horário da Instituição;

Providenciar para o seu educando as roupas e objectos pessoais que constem das listas afixadas na instituição e corresponder à sua entrega na mesma sempre que tal for solicitado.

No caso de estar a tomar alguma medicação, entregar uma nota/aviso, com a sua identificação, horário e modo de administração, responsabilizando-se pela mesma. Descarregue aqui o documento “Autorização da Toma de Medicação”